quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O Sonho da Noite Passada

Um impulso que faz levantar da cama, depois de uma noite mal dormida…

Colocam-se os pés do chão e olha-se para o vazio, quando as paredes brancas fazem rodopiar a cabeça numa vertigem que nos enlouquece…
Nada diz nada, nem os sons nem os vagos pensamentos…
O corpo fica inerte em forma de defesa e a cabeça gira como se ali não existissem testemunhas de um acordar!
Quando se acorda com insanidade poética, dorme-se acordado numa loucura de não conseguir viver verdadeiramente!
Delírios de sonhos misturados com realidades, pode fazer não só poesia como encenação de uma peça de teatro ou uma tela abstracta que para além do pintor, são apenas rabiscos de um louco!
No auge da liberdade de um amanhecer, deve-se encontrar na mira do espelho o verdadeiro eu…
Isto quando não se fala do que se sonhou…
Sonho aquele que é chamado um sonho perturbado…
Aquele sonho que deixa marcas na realidade e confunde-se com ela, arrastando para um mundo que não existe, mas sente-se e deixa nostalgia cravada no peito.
Atropela pensamentos variados com o tempo que insiste em lembrar coisas do passado, fazendo reviver apenas “o sonho da noite passada”!
Cenas irreais que se transformam não diriam em pesadelos, mas sim num tormento.

“Dentro do coração apenas deveria perpetuar amor e esperança…”

E não, não é loucura pensar que a poesia entra nas veias, que faz vibrar por cada palavra, por todos os versos que se sonham e são reais…
Loucamente, faz-se desenhar aquela pintura sem esboço, com rabiscos incompreensíveis para além do sonhador…
É nem mais nem menos, a arte de sonhar que nos faz pintar rabiscos na poesia…
São estes rabiscos que despem o corpo e limpam a alma, e nos faz ser totalmente “Seres verdadeiros”!

Não sou capaz de abdicar destes rabiscos, pois deparo-me com esta realidade… de acordar e pensar num “sonho da noite passada”!

Hoje, ao acordar, deparei-me com a realidade, mas lutando com o direito de continuar a sonhar, de continuar a rabiscar a realidade… sempre com a presença da teoria de que era impossível para mim viver sem “O Sonho”!

1 comentário:

  1. VocÊ escreve super bem e tem um Blog adoravel!!
    Gostei muito...
    Boa quarta!
    :3

    Visite-me tbm:
    http://midnightflowerforever.blogspot.com/

    ResponderEliminar