segunda-feira, 4 de abril de 2011

Quer Ser



Quero que a tua palavra seja livre e clara

Quero que a minha alma possa voar livre na próxima madrugada!

Quero ser uma emigrante dos sonhos;

Quero ser uma mente delirante

Em que o sorriso comanda os meus paços

Quero ver-te ao olhar o horizonte

Quero que nos meus olhos se espelhem a Lua

Quero o desejo da noite

Quero converter toda a minha dor

Quero crer

Quer acreditar

Quero saber

Quero dormir sem fantasmas

Quero cantar ao som da liberdade

Quero caminhar na Terra e no Mar

Quero pisar o chão da lealdade

Quero prender-me na tua cintura

Quero estar louca de amor

Quero ser o verbo poder

E confessar-te ao fim do dia

Que isto não pode acabar

Quero tudo o que me faça feliz

Quero ter tudo

Para que possa

Um dia...

Querer SER!

2 comentários:

  1. Querer... é poder?
    Gostei de te ler, voltarei :)

    ResponderEliminar
  2. Querer é poder? Só se quisermos com vontade e lutarmos de verdade... :) Obrigada Margarida, benvinda ao meu pequeno Mundo!

    ResponderEliminar